Sou mais a Bahia, Governo da Bahia.

Sou mais a Bahia, Governo da Bahia.

Mutirão de Cirurgias está zerando as filas de procedimentos eletivos na Bahia

Quem chega a Santo Estêvão, cidade da microrregião de Feira de Santana, procurando por Jucimara Rodrigues de Aragão dificilmente vai conseguir localizá-la. No município, a professora é mais conhecida como Mara Show. Ela é um dos milhares de beneficiadas pelo Mutirão de Cirurgias, programa do Governo do Estado que leva procedimentos de baixa complexidade para o interior da Bahia.

Jucimara Rodrigues de Aragão, beneficiada pelo Mutirão

Com dores fortes, a baiana de 37 anos resolveu procurar um médico. O diagnóstico: colelitíase, doença popularmente conhecida como pedra na vesícula. Após mais de um ano de sofrimento, Mara encontrou no Mutirão a chance de realizar a cirurgia de forma gratuita e rápida.

Os exames estão todos prontos e o pedido médico para o procedimento já está na mão. Faltando pouco para ser atendida, a professora e estudante de Direito nos recebe de sorriso no rosto em sua residência, uma bela casinha que recebera do programa Minha Casa, Minha Vida há pouco mais de um ano. Animada, ela conta como está se sentindo com a chegada da tão esperada cirurgia.

 “Há mais de um ano tento fazer essa cirurgia, a dor incomoda muito. Tem horas que não consigo trabalhar, nem estudar. Já fiz os exames pré-operatórios e tenho o pedido para a cirurgia. E o melhor é que ela será a laser, como sempre quis”.

Uma das grandes vantagens de ser atendida pelo programa, segundo Jucimara, é não ter gastos com o procedimento, nem antes e nem depois da realização do mesmo. “Se fosse particular, gastaria uns 4 mil reais. Agora vou fazer de graça. Vou realizar um sonho. Minha vida vai melhorar muito depois dessa cirurgia. Vou poder voltar a fazer tudo o que eu quero”.

 

Zerando A Fila

Os pacientes que buscam Sistema Único de Saúde (SUS) Brasil afora passam por algumas dificuldades: ou não encontram atendimento rápido ou esperam muito tempo. Na Bahia, o Mutirão de Cirurgias está acabando com as filas para procedimentos eletivos e transformando-as em uma fila de resultados.

As filas de espera para cirurgias de vesícula, hérnia, útero e miomas estão quase zerados em território baiano. De acordo com a coordenadora do Programa, Paloma Protásio, “antes o paciente aguardava pelos procedimentos médicos por até quatro anos. Agora, com o Mutirão, consegue resolver tudo em menos de dez dias”.

“A gente tem conseguido superar a expectativa. Hoje são mais de 11 mil cirurgias realizadas e mais de 16 mil pacientes atendidos em um ano. E a gente percebe uma diminuição gradativa na fila do Sistema Lista Única, apesar de novas inserções todos os dias”, garante a coordenadora.

 

Criado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), o Mutirão de Cirurgias iniciou as atividades em setembro de 2016 e beneficia pacientes com idades entre 14 e 65 anos. A iniciativa já chegou a mais de 350 dos 417 municípios baianos.

 

 

Passo a Passo

O primeiro passo para ser atendido pelo Mutirão de Cirurgias é ter o nome incluído na Lista Única. Em seguida, o paciente é encaminhado para a unidade móvel do mutirão que vai estar instalada na cidade-polo, local com maior estrutura hospitalar de determinada região.

Na unidade, o paciente deve levar resultados de exames laboratoriais e realizar os preparatórios para a cirurgia nessas unidades, uma vez que, os médicos autorizam, ou não, o procedimento cirúrgico, a partir dos resultados dos exames. As cirurgias são realizadas em hospitais estaduais, municipais e filantrópicos.

Mutirão de Cirurgias Bahia

 

Quem pode ser atendido pela equipe do Mutirão?

Pessoas cadastradas no Sistema Lista Única da Secretaria de Saúde do Estado. Esse registro é feito pela Secretaria Municipal de Saúde da sua cidade. Depois de ter o nome incluído na Lista Única, o paciente é encaminhado para o atendimento móvel do Mutirão de Cirurgias.

E como eu sei que estou cadastrado(a) na Lista Única?

Basta consultar a Lista Única, disponível no site do Mutirão de Cirurgias. O paciente ou responsável também pode ir até a Secretaria de Saúde de seu município para saber se o seu nome consta na lista para a realização do procedimento.

Preciso levar exames ou os que vou fazer lá serão suficientes?

Leve todos os exames. Os pacientes devem comparecer ao atendimento com os resultados de exames laboratoriais e outros que tenham feito. No caso de cirurgia de vesícula, os pacientes precisam estar em jejum para a realização do exame de ultrassonografia (USG). Para as mulheres que farão o procedimento de histerectomia, será preciso levar o exame preventivo atual e o exame Beta HCG, em caso de . O médico também pode julgar importante a realização de outros exames pré-operatórios, uma vez que os procedimentos cirúrgicos são autorizados, ou não, a partir dos resultados dos exames.

E depois que minha cirurgia for agendada?

Depois de todos os exames feitos e o paciente apto para o procedimento cirúrgico, o mesmo deve assinar o termo de consentimento e da cirurgia. Todas as orientações do pré-operatório serão passadas ao paciente pela equipe do Mutirão. A data da cirurgia será informado via sms e telefone.

Chegou o “grande” dia. O que faço?

A sua cirurgia será realizada no município de origem, que será informado no instruções no ato do agendamento cirúrgico. Quando receber alto pelo médico que te operou, você receberá o kit de medicamentos pós-operatórios. Uma revisão será feita após 30 dias. Estando tudo dentro do esperado, você recebe a alta final. Lembrando que todos esses procedimentos são feitos em parceria com a Secretaria da Saúde do seu município.

E se eu tiver dúvidas?

É só entrar em contato com a equipe da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) que atende através do 0800 071 400 ou procurar a Secretaria Municipal de Saúde da cidade onde você mora.

 

Santo Estevão recebe o Mutirão de Cirurgias

 

 

O Mutirão de Cirurgias amenizou a aflição dos moradores de Santo Estevão. De acordo com a coordenadora do programa, Paloma Protásio, foram cerca de 180 pessoas atendidas por dia, no período de 9 a 11 de outubro, e um total de 172 pacientes operados entre os dias 19 e 27 de outubro. As duas unidades móveis estacionadas na Praça Sete de Setembro atenderam os residentes de Amélia Rodrigues, Antônio Cardoso, Baixa Grande, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Feira de Santana, Ipecaetá, Ipirá, Irará, Mundo Novo, Pintadas, Rafael Jambeiro, Santa Barbara, Santonópolis, São Gonçalo dos Campos, Tanquinho, Teodoro Sampaio e Terra Nova.

AS ESPECIALIDADES

Cirurgias de hérnia (umbilical, inguinal, epigástrica), histerectomia total (remoção do útero) e colecistectomia (vesícula) foram realizadas no hospital Dr. João Borges de Cerqueira.

“A cirurgia de colecistectomia é o grande diferencial, pois é feita por vídeolaparoscopia, tendo uma maior e melhor recuperação.” 

A professora Maria Edvirgen, da cidade de Mundo Novo, estava há três anos na fila para fazer a cirurgia de vesícula, mas só agora conseguiu marcar.

“Eu soube do Mutirão pela Secretaria Municipal de Saúde de Mundo Novo e, pra mim, foi coisa de Deus porque já tenho uns três anos na lista e agora a cirurgia já está marcada. Valeu a pena ter vindo. Fora saber que depois da operação eu vou receber toda a medicação de graça. Estou tão feliz”, confessa.

Maria Edvirgen, professora e beneficiada pelo mutirão em Santo Estevão

Para a secretária Municipal de Saúde, Orlandina Nascimento, a parceria entre os governos Estadual e Municipal é fundamental, uma vez que as prefeituras são os responsáveis por garantir o acesso dos pacientes às cidades onde serão realizados os procedimentos. Ela também agradeceu a toda equipe de trabalho pela dedicação.

“O Mutirão de Cirurgias veio num momento muito oportuno. Quando ficamos sabendo que ele viria pra cá nós abraçamos a causa na hora, porque já sabíamos da excelência do serviço e dos resultados satisfatórios perante a população. Agradeço a equipe do Mutirão pelo excelente trabalho e à equipe municipal, que fez um serviço extraordinário. Estão todos de parabéns”.

Orlandina Nascimento, Secretária Municipal da Saúde de Santo Estevão


Clique aqui e leia também a matéria sobre o Hospital da Mulher

 

Cadastre-se





*Preencha o campos corretamente para receber mais informações