São João da Bahia 2019.

Sou mais a Bahia, Governo da Bahia.

Fogos de artifícios e fogueiras exigem cuidados

 

Fogueiras e fogos de artifícios fazem parte do São João no Nordeste.  A data, que  é marcada por muitos momentos de alegria e descontração, exige alguns cuidados, sobretudo com as crianças, pois como muitas brincadeiras envolvem fogo,  é preciso que os pais e responsáveis fiquem atentos a alguns cuidados com os pequenos.

E, entre as recomendações , a principal é com o manuseio incorreto de fogos de artifício. Há produtos que não podem ser utilizados por crianças de determinadas idades, para isso a orientação do cirurgião que coordena o Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Geral do Estado (HGE), Marcus Barroso é, ao comprar os fogos, os responsáveis devem verificar,  na caixa,  a classificação de idade que podem utilizar os fogos.  Ele ainda acrescenta que os cuidados começam na compra,  “só adquirindo produtos fabricados em locais autorizados, o mesmo ocorrendo com os pontos de vendas”.

Ele ainda reforça que as crianças só devem manusear fogos de artifício acompanhadas dos responsáveis. Além disso, bebidas alcoólicas não devem  nunca ser misturadas com a queima de fogos”, enfatiza Barroso.

Mas o médico pontua que os cuidados se estendem aos adultos, pois são comuns acidentes como queimaduras, perda de dedos e, nos casos mais graves, até perda da mão. O profissional adverte que, em caso de acidente com lesão de mão, o paciente deve ser encaminhado imediatamente para um serviço especializado.

Estudo divulgado pela Associação Brasileira de Cirurgia da Mão (ABMC) mostrou que ao menos 50% das mãos mutiladas no Brasil poderiam ser preservadas, caso o primeiro atendimento fosse especializado, e que no período de festas juninas, cerca de 90% dos acidentes graves, relacionados com explosão de bomba, resultam em amputações.

Mas os cuidados não se restringem apenas aos fogos de artifícios. As fogueiras também podem causar acidentes, sobretudo quando for acendê-las, seja no momento inicial, ou pior ainda, quando se acha que ela já se apagou e  joga álcool ou gasolina para reacendê-la. “Não se deve utilizar esses produtos para reacender uma fogueira”

Mas além das queimaduras, fogos de artifícios e fogueiras exigem outros cuidados.  A inalação da fumaça contribuem para desencadear as doenças respiratórias, principalmente aqueles que possuem alergias e/ou problemas respiratórios. O ideal é não inalar fumaças, mas, caso isso ocorra, o nariz deve ser lavado com soro e, se necessário, levar a um médico.

Marcus Barroso destaca os cuidados que se deve ter em caso de queimaduras. Não devem ser usadas pomadas nem soluções caseiras. A região afetada deve ser lavada com água corrente e protegida com uma compressa úmida. Em seguida, o paciente deve buscar atendimento em uma unidade de saúde.

 

Fonte: www.saojoaodabahia.com.br

Postado por

Mais Notícias do São João 2019

Skol abraça de vez o forró do Norte e Nordeste do país e divulga novidades em apoio ao ritmo

  A iniciativa foi apresentada em coletiva de imprensa virtual com participação dos embaixadores Wesley Safadão e Xand Avião Aumenta o volume do som, que

Adelmario Coelho lidera audiência de lives entre os forrozeiros baianos

  O cantor Adelmario Coelho obteve mais de 1,3 milhão de visualizações nas seis lives que exibiu durante o período de São João. O artista

Formação histórica da banda Mastruz com Leite anuncia live

Aduilio Mendes, Bete Nascimento, França e Katia Cilene se juntam após 20 anos para live Conhecido pelos fãs como o Quarteto Fantástico do Mastruz com

Cavaleiros do Forró leva forró eletrônico para o São João Brahma em casa na noite deste sábado

  Com mais de 40 shows marcados para este São João, entre eles, pelo menos 16 na Bahia, a banda Cavaleiros do Forró teve que