São João da Bahia 2019.

Sou mais a Bahia, Governo da Bahia.

Targino Gondim concorre a Grammy Latino

Cantor e Sanfoneiro disputa categoria Melhor Álbum de Música de Raízes com Targino sem Limites

Mais uma vez Targino Gondim figura entre os concorrentes do Grammy Latino. 19 anos depois de vencer o Oscar da Música com a canção Esperando na Janela, que também ganhou a voz de Gilberto Gil e deu ao artista espaço no longa brasileiro, “Eu, Tu, Eles”, em 2020 é a vez do artista concorrer pelo Melhor Álbum de Música de Raízes com Targino Sem Limites.

A indicação saiu nesta terça feira, dia 29 de setembro por meio do site oficial da premiação, que divulgou a lista dos 53 indicados. No álbum, cinco canções com nomes da música nacional, Ivete Sangalo, Zeca Baleiro, Saulo, Bell Marques e Carlinhos Brown. O EP está em todas as plataformas digitais. “Para um artista uma indicação como esta é uma realização, agora é torcer”, disse o artista entusiasmado.

Com Saulo o sanfoneiro gravou Simplesmente Assim. Composta por Targino Gondim e Otoniel Gondim (seu irmão) esta é uma canção de amor. Culpa do meu coração é o título da música gravada com Ivete Sangalo. Já com Bell Marques o naturalizado juazeirense apresenta As Mangas do Nosso Amor, composta por Targino e Carlinhos Brown.

Lá Fora Tá Chovendo é a canção gravada por Targino Gondim com participação de Zeca Baleiro. A canção foi composta por Targino, Zeca e Carlinho Brown. Depois de várias canções juntos gravadas por diversos nomes da MPB, Targino e Carlinhos Brown cantam juntos Até Ficar Neném.

Um dos nomes de maior destaque da música nordestina, Targino Gondim é classificado pelo sanfoneiro como World Music. “Neste projeto, mostro meu gosto musical, meu relacionamento e parcerias com amigos queridos de estilos musicais. Mostrou a força da nossa música, da nossa sanfona, da nossa gente”, completa. As músicas ganharam clipes que podem ser vistos no youtube targinogondimoficial.

Dono de uma voz melódica e um jeito doce de tocar poderia ser mais um nome no forró, mas fez diferente. Mesmo com a chancela de grandes nomes do ritmo, a exemplo de Gilberto Gil, Fagner, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, Alceu Valença e Dominguinhos, o artista não se limitou apenas a fazer show.
Empreendedor tem tocado eventos como Festival Internacional da Sanfona (Juazeiro-BA), que já é o maior evento de acordeon da América Latina, Festival de Forró da Chapada (Mucugê-BA), Conecta Chapada (Andaraí-BA), e Festival de Forró de Itacaré (Itacaré-BA).
Comemorando mais de 20 anos de carreira, desde 2018 toca o projeto Targino sem Limites. “Ainda vou gravar com outros nomes da música brasileira e lançar um novo EP”, revela o artista que em 2009 apresentou o projeto Canções de Luiz, trabalho que lhe rendeu o prêmio de Melhor Cantor no 21º Prêmio da Música Brasileira 2010 (antigo Prêmio Tim de Música) e em 2015, Canções Divinas incluindo música de sua autoria em homenagem ao Papa: “O Papa Francisco”, recebendo uma carta de agradecimento do Pontífice.

Fonte: www.saojoaodabahia.com.br

Postado por

Mais Notícias do São João 2019

Adelmario Coelho homenageia vaqueiros em live com repertório inédito

  O forrozeiro Adelmario Coelho vai homenagear os vaqueiros em sua próxima live, marcada para o dia 28, às 18h. A transmissão, que ocorrerá direto

Jeanne Lima e Michelle Menezes se unem para falar do machismo na carreira artística

Amanhã, dia 5, a partir das 20 horas, artistas se unem para bater papo sobre o tema e soluções para o dia a dia O Bora

Targino Gondim concorre a Grammy Latino

Cantor e Sanfoneiro disputa categoria Melhor Álbum de Música de Raízes com Targino sem Limites Mais uma vez Targino Gondim figura entre os concorrentes do

Observatório de Economia Criativa apresenta primeiros resultados de estudo sobre os impactos financeiros da Covid-19 sobre os Festejos Juninos na Bahia

  O Observatório da Economia Criativa da Bahia divulga, nesta sexta-feira (18), durante entrevista coletiva online, os primeiros resultados do estudo realizado sobre os sobre